intro193019401950196019701980199020042006200920102011201320142015201620172018bio

BIOGRAFIA


CONHEÇA SUA HISTÓRIA

Abilio Diniz é presidente do Conselho de Administração da Península Participações e membro dos Conselhos de Administração do Carrefour Global e do Carrefour Brasil. Além disso, é professor da FGV, onde ministra aulas no curso “Liderança 360°”.

ANOS 1930


NASCE EM SÃO PAULO E PASSA PARTE DE SUA INFÂNCIA NO BAIRRO DO PARAÍSO

Leia Mais
 

ANOS 1940


DISCIPLINA NAS ATIVIDADES FÍSICAS E INÍCIO NO MUNDO DOS NEGÓCIOS COM O PAI

Leia Mais

ANOS 1950


GRADUAÇÃO NA FGV E IMPLEMENTAÇÃO DO PRIMEIRO SUPERMERCADO PÃO DE AÇÚCAR

Leia Mais
 
 

ANOS 1960


PRIMEIRO CASAMENTO, FILHOS, CRESCIMENTO DA REDE PÃO DE AÇÚCAR E SUCESSO NOS ESPORTES

Leia Mais

ANOS 1970


ATUAÇÃO NO CONSELHO MONETÁRIO NACIONAL E INAUGURAÇÃO DO PRIMEIRO HIPERMERCADO JUMBO

Leia Mais
 
 

ANOS 1980


BRIGA FAMILIAR, SEQUESTRO E A QUASE QUEBRA DA EMPRESA

Leia Mais

ANOS 1990


BUSCA DE EQUILÍBRIO PESSOAL E REENCONTRO COM O SUCESSO NOS NEGÓCIOS

Leia Mais
 
 

2004


SEGUNDO CASAMENTO E LANÇAMENTO DO PRIMEIRO LIVRO

Leia Mais

2006


NASCIMENTO DA RAFAELA E CRIAÇÃO DA PENÍNSULA

Leia Mais
 
 

2009


CELEBRADA A CHEGADA DE MIGUEL. GRUPO PÃO DE AÇÚCAR ACELERA E DUPLICA VALOR DE MERCADO

Leia Mais

2010


CRIAÇÃO DO CURSO LIDERANÇA 360º NA FGV E DO INSTITUTO PENINSULA

Leia Mais
 

2011


CAMPEONATO MUNDIAL

Leia Mais

2013


SAÍDA DO GPA E ENTRADA NA BRF

Leia Mais
 

2014


PENÍNSULA ADQUIRE PARTICIPAÇÃO ACIONÁRIA NO CAPITAL DO CARREFOUR BRASIL

Leia Mais

2015


AQUISIÇÃO DE AÇÕES DO CARREFOUR GLOBAL

Leia Mais
 

2016


80 ANOS, LANÇAMENTO DO SEGUNDO BEST-SELLER E ESPAÇO HORIZONTES

Leia Mais

2017


EVENTO PLENITUDE, LONGEVIDADE COM QUALIDADE DE VIDA

Leia Mais
 
 

2018


LANÇAMENTO DO PORTAL PLENAE, SEU PORTAL DE LONGEVIDADE DOS 20 AOS 120

Leia Mais

BIOGRAFIA


ABILIO DOS SANTOS DINIZ

Em 28 de dezembro de 1936, nasce Abilio dos Santos Diniz, o primeiro dos seis filhos do casal Valentim e Floripes Diniz. Imigrante português, o senhor Valentim chegou ao Brasil em 1929 e se maravilhou com a beleza do Pão de Açúcar ao passar pelas águas do Rio de Janeiro. Duas semanas após chegar ao Brasil, Valentim foi contratado como entregador e caixeiro do mercado Real Barateiro, onde conheceu Floripes Pires. Depois de um breve namoro, os dois se casaram em fevereiro de 1936. Em 1949, Pão de Açúcar deu nome à doceira do casal, que passou a ser a fonte de renda da família.

Abilio passou parte de sua infância no bairro do Paraíso. Católico praticante, vai à missa semanalmente até hoje. Sua mãe, Floripes, foi sua principal influência no catolicismo. Desde pequeno, Abilio ia à missa com a mãe e com ela desenvolveu um dos pilares mais importantes de sua vida: a espiritualidade e a fé. Para ele, a fé que tem em Deus é sua maior força.

Baixinho, gordinho e filho de um imigrante português, Abilio foi durante anos, alvo de agressões e bullying pelas ruas onde morou e escolas onde estudou. Aos 6 anos, começou a mudar esta história com o esporte, se destacando como goleiro. Aos 13, passou a praticar exercícios de forma regular, matriculando-se em aulas de boxe. Assim, a ingenuidade deu lugar à autoconfiança e Abilio começou a contra-atacar aqueles que o agrediam sem medo e conheceu de perto a atividade física, que o acompanha até hoje. O talento de goleiro no futebol e depois nas lutas deu-lhe autoestima e consolidou sua crença na capacidade do esporte como atividade transformadora. Sem perder de vista o futebol, aprendeu judô, boxe e capoeira e, ainda adolescente, iniciou-se na musculação e no levantamento de peso em uma academia no centro de São Paulo.

Com o pai, Abilio iniciou-se no mundo do trabalho e dos negócios. Desde cedo, ele participou da rotina da doceira, ajudando na produção de doces, na embalagem e até na entrega dos produtos. Esta vivência o inspirou na escolha de sua carreira profissional.

Abilio conseguia conciliar sua rotina de esportista com suas responsabilidades de estudante. Após o término do segundo grau no colégio Mackenzie, foi para a recém-criada Escola de Administração de Empresas da Fundação Getúlio Vargas (FGV), em 1956. Lá, fez parte da segunda turma da graduação no curso de Administração. Finalizado o curso de administração, Abilio pensou em trabalhar em uma multinacional ou continuar seus estudos nos Estados Unidos a fim de ser professor. Chegou a fazer exames para a universidade de Michigan, mas quando já estava de malas prontas, seu pai lhe propôs a abertura de um supermercado. Abilio enxergou que na proposta do pai havia um business, refez seus planos e encabeçou o projeto de implantação do primeiro supermercado Pão de Açúcar, inaugurado em abril de 1959, na Avenida Brigadeiro Luiz Antônio, bem perto de onde funcionava a doceira aberta por Valentim onze anos antes.

Começava aí o longo período de vitórias no esporte e de prosperidade na carreira do empresário. Em 1960, Abilio se casou com Auriluce e juntos tiveram quatro filhos: Ana Maria, João Paulo, Pedro Paulo e Adriana.

Em paralelo, os supermercados logo atraíram a classe média e eram sucesso no Brasil. Em 1963, foi aberta a segunda loja da rede, na rua Maria Antônia, em Higienópolis. Em 1965, o Pão de Açúcar adquiriu a rede Sirva-se, pioneira do negócio em São Paulo, junto com o Peg-Pag.

Com isso, em 1968 o Pão de Açúcar já contava com 40 supermercados e 1.642 funcionários e Abilio se firmara como um destacado executivo da empresa, jovem e empreendedor. Ele também mantinha uma nova rotina esportiva, agora orientada para a velocidade. No final dos anos 60, começou a disputar provas de motonáutica e conquistou o tricampeonato brasileiro, em 1968, 1969 e 1970. Além disso, disputou provas de automobilismo e ganhou, em dupla com o irmão Alcides, as Mil Milhas de Interlagos, em 1970.

De 1979 a 1989, a convite do amigo Mario Henrique Simonsen, Abilio foi membro do Conselho Monetário Nacional. Abilio considera que esta foi a sua década perdida por não ter conseguido fazer muito pelo país e por ter se afastado excessivamente da sua empresa.

A vida de Abilio tem um ponto de ruptura justamente na virada dos anos 80 para os 90, quando três fatos marcantes mudaram sua visão de si mesmo e do mundo e transformaram sua personalidade. Foram situações traumáticas, que lhe trouxeram ensinamentos e oportunidades de mudança. O primeiro fato foi o racha familiar causado por problemas sucessórios no Pão de Açúcar, envolvendo Abilio e seus irmãos. A tensão só se dissipou em janeiro de 1994, quando foi assinado o acordo que garantiu o controle da companhia para Abilio. O segundo foi o sequestro, no dia 11 de dezembro de 1989. O empresário passou sete dias no cativeiro, em um cubículo subterrâneo, o que eliminou da sua mente a crença de ser um homem inatingível e indestrutível. E o último fato foi o quase desaparecimento do próprio Pão de Açúcar, que esteve à beira da falência em 1990.

No enfrentamento desses problemas, Abilio foi bem-sucedido e concluiu que a virtude poderia estar mais na humildade e na tolerância do que na combatividade ou na agressividade. Com isso, reafirmou sua profunda relação com Deus. E, nas suas próprias palavras, renasceu como uma pessoa que compreende melhor o sentido do amor, do autoconhecimento e da religião. A raiva e frustração da experiência do sequestro foram convertidas em alimento para sua elevação espiritual e para seu desenvolvimento afetivo.

Da crise do início dos anos 1990 vieram uma renovada busca do equilíbrio pessoal e o reencontro com o sucesso dos negócios. Com determinação e disciplina, dois de seus valores, Abilio lançou o Pão de Açúcar em mais um longo ciclo de expansão e lucros. No esporte, o empresário aumentou seu interesse pelas corridas de longa distância e, em 1994, correu sua primeira maratona em Nova York, um de seus maiores orgulhos. Em 1995, na mesma cidade, abriu o capital do Grupo Pão de Açúcar comemorando uma excelente fase nos negócios. Ainda nesse período, em 1999, costurou a sociedade entre o Pão de Açúcar e o grupo francês Casino.

Abilio Diniz conheceu a economista Geyze Marchesi em um evento do Grupo Pão de Açúcar. Geyze fez carreira na companhia, onde ingressou como trainee em 1996. Ambos reconhecem que o amor que os uniu foi construído por uma relação de amizade e companheirismo: no trabalho, nos esportes, na fé em Deus e nos valores que comungam. Abilio trouxe Geyze para o mundo dos esportes. Por outro lado, Geyze humanizou ainda mais o empresário.

Abilio e Geyze se casaram em 2004, na capela da casa onde moram em São Paulo, mesmo ano em que Abilio lançou o seu primeiro best-seller, ‘’Caminhos e Escolhas: O equilíbrio para uma vida mais feliz’’. Geyze queria constituir uma família, enquanto Abilio, com filhos e netos, sentia-se realizado. Nesse impasse, porém, o homem que sempre falava de empatia, cedeu.

Em 2006, nasceu a primeira filha do casal, Rafaela, após 35 anos do nascimento de seu filho caçula, Pedro Paulo, fruto do primeiro casamento. Para Abilio, a oportunidade de construir uma nova família, cercada de muito amor, reforçou cada vez mais o seu lado positivo, voltado para a espiritualidade e comprometido a fazer o melhor pelo próximo. Nesse ano, o executivo criou a Península Participações para atender as demandas da família Diniz.

Em 2009, foi a vez do Miguel, o segundo filho com Geyze, chegar ao mundo. Abilio acredita que seus filhos menores influenciaram seu empenho em se renovar e ser uma pessoa mais preocupada com a longevidade com qualidade. Com a confiança de que a empresa estava pronta para dar novos passos, o Grupo Pão de Açúcar adquiriu a rede Ponto Frio, a segunda maior rede de varejo de eletrodomésticos do país. Em dezembro do mesmo ano, a rede Pão de Açúcar se juntou com a Casas Bahia. Em pouquíssimo tempo, o Grupo Pão de Açúcar dobrou de tamanho e o valor de mercado.

Em 2010, Abilio criou o curso Liderança 360º na FGV, que tem como objetivo identificar e exercitar habilidades de liderança em jovens e traçar um plano de ação para sua carreira ou projeto pessoal. Também em 2010, sua família criou o Instituto Península, do qual é Conselheiro, com o propósito de transformar e potencializar vidas para catalisar o desenvolvimento sustentável da sociedade por meio da educação e do esporte.

O Pão de Açúcar estava extremamente fortalecido. Depois das grandes aquisições do ano anterior, chegara a hora de dar um novo grande passo. Com isso em mente, Abilio começou a trabalhar para fazer uma fusão do Pão de Açúcar com o Carrefour que, naquela época, era o maior varejista da Europa e o segundo maior do Brasil. A aproximação entre as duas empresas começou de maneira muito positiva, mas a história não seguiu como Abilio esperava e o negócio não se concretizou.

Em abril de 2013, Abilio recebeu o convite da gestora de investimentos Tarpon e assumiu a presidência do Conselho de Administração da BRF, pela primeira vez no segmento industrial. Para ele, a descoberta do universo do outro lado do balcão foi fascinante. Em setembro do mesmo ano, após 54 anos, o empresário deixou o Grupo Pão de Açúcar.

Em dezembro de 2014, a Península Participações, empresa de investimentos de sua família, adquiriu participação acionária no capital do Carrefour Brasil, do qual o empresário agora ocupa uma das cadeiras do Conselho.

Um ano após entrar no Carrefour Brasil, Abilio ainda tinha um degrau que almejava subir: fazer parte do Grupo Carrefour Global ou, como costuma dizer, jogar o campeonato mundial. Por isso, em março, a Península adquiriu ações do Grupo Carrefour do qual, hoje, é o segundo maior acionista global.

Em 2016, Abilio completou 80 anos. Com uma vida familiar intensa e afetuosa e uma vida empresarial cheia de desafios e conquistas, ele entra na sua oitava década praticando sua fé, seus esportes e seus valores. Para marcar a data, Abilio recebeu um presente especial de sua família: o Espaço Horizontes, localizado na Fazenda da Toca, em Itirapina, e que conta toda a trajetória da sua família, desde a chegada do Seu Santos, seu pai, no Brasil. No mesmo ano, Abilio lançou o livro “Novos caminhos, novas escolhas”, seu segundo best-seller, com o objetivo de compartilhar os últimos 12 anos e que considera os mais felizes de sua vida. Ainda em 2016, a Península aumentou sua participação acionária no Grupo Carrefour e, com isso, Abilio foi nomeado membro do Conselho de Administração do Grupo.

Em abril de 2017, Abilio reuniu em Sintra, Portugal, amigos e familiares para celebrar seus 80 anos de uma maneira diferente: discutir e aprender sobre práticas e hábitos de vida mais saudáveis, buscando a longevidade com qualidade. O evento de três dias contou com a participação de palestrantes do mundo todo, especialistas e pesquisadores em diferentes áreas do conhecimento.

O Plenӕ foi criado para disseminar práticas e hábitos de vida mais saudáveis a fim de promover uma vida longa e com qualidade a todas as pessoas. O projeto teve seu início há alguns anos quando o empresário Abilio Diniz começou a se aprofundar no assunto. Devido à riqueza dos temas discutidos no Plenitude, em 2017, Abilio e sua família sentiram a necessidade de compartilhar os aprendizados e mantê-los continuamente em debate e abertos a toda a comunidade. Assim, foi criado o Plenӕ para que seja uma fonte de informações e experiências que ofereça a cada um de nós a possibilidade de incorporar aspectos e perspectivas que podem nos permitir uma vida mais longa e plena.