Tags:        2 -    Comentários

Renata Pessoa

Muitos são os questionamentos da humanidade sobre a origem do universo, a razão pela qual estamos aqui e o que que acontece depois da morte. Para os cabalistas, estas respostas existem, foram reveladas por Deus e passadas de geração a geração por um grupo de sábios estudiosos até hoje.

É isso que define a Cabala. O misticismo judaico é o conjunto de ensinamentos sobre Deus, o homem, o Universo, a Criação, o Caminho, a Verdade, a vida e a morte. Mas ela não é uma religião, e sim uma escola de pensamento espiritual que tenta decifrar o conteúdo da Torá – os primeiros cinco livros do Antigo Testamento da Bíblia, acreditando que os segredos do Universo foram revelados por Deus, de forma codificada, naqueles livros.

Apesar de suas primeiras manifestações remontarem aos primeiros tempos da era cristã, a Cabala se desenvolveu particularmente entre os séculos XI e XVI e se transcreveu como doutrina em livros secretos como o Zohar (Livro do Esplendor), seu principal texto, que foi distribuído no século XIII pelo rabino Moisés de León.

No século XVI, estes conhecimentos foram sistematizados por Moisés Cordovero e, em seguida, receberam novas interpretações do sábio Isaac Luria, que foram transmitidas por vários mestres na Europa. Já no século XVIII, o rabino Baal Shem Tov fundou o hassidismo, uma variante ortodoxa do judaísmo, que ensinava uma versão mais simples da cabala. Mesmo passando por tantas variações, a essência cabalista foi mantida.

Para os cabalistas, a entidade máxima é o Ein Sof, o Deus-Infinito e a Árvore da Vida é um dos mais importantes símbolos, sendo representada por 10 esferas – cada uma refletindo os aspectos de Deus dentro de cada pessoa: a Coroa, a Sabedoria, a Compreensão, a Compaixão, a Justiça, a Beleza, a Vitória, a Renovação, o Fundamento, o Reino.

A Cabala também é considerada uma filosofia de vida que ensina aos cabalistas formas de superar obstáculos para evoluir e atingir a paz espiritual.

 

2 Comentários
  • Maria José Silva Oliveira

    16 de abril de 2015 às 17:52

    Na minha simples visão o senhor é um dos homens respeitáveis do nosso Brasil. Tenho 70 anos e estou muito envergonhada com os homens e mulheres da minha geração sendo preços por condutas que prejudicam o povo, pelo exposto mais uma vez obrigado pela ética e moral de suas atitudes. boa noite .

  • ROGER MEIRA CHAVES

    2 de novembro de 2015 às 21:54

    Penso que seja fundamental que o homem de sucesso tenha a sua vida norteada por princípios de fé. A marcha seguirá a cadência da evolução espiritual e os processos físicos se sustentarão pela evolução metafísica, multiplicando a energia que não ficará retida, mas pulverizada para que o mundo do próximo se torne melhor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

footer logo

Conheça o outro lado do empresário de sucesso. Aqui ele compartilha dicas de empreendedorismo e vida em equilíbrio para você encontrar a sua felicidade.


BUSCAR NO SITE