• pt-br
  • en
  • fr

    Tags:        1 -    Comentário

Mariana Uchôa

Algumas vezes, manter a calma em momentos estressantes parece impossível. No entanto, estudiosos garantem que essa é a melhor maneira de evitar problemas mais sérios. “O autocontrole é fundamental para o equilíbrio e bem-estar. O descontrole emocional causa um desgaste enorme, além de descarregar as energias corporais e destruir a autoestima”, diz  a psicóloga, especialista no Novo Código da Programação Neurolinguística (PNL), Adriana de Araújo.

Segundo a psicóloga, a pessoa, quando descontrolada, não é capaz de discernir as emoções. E o pior é que em muitos casos, o indivíduo já desenvolveu uma resposta padrão para as situações estressantes da vida como mau humor, cansaço e desânimo. “Essas pessoas ficam com a sensação de incapacidade e não conseguem manter o autocontrole”, diz.

Como solução, Adriana sugere algumas técnicas aplicadas pelo PNL. A proposta é oferecer ao paciente o poder de escolha em situações inesperadas. “Partimos do princípio que o individuo pode escolher exatamente como agir diante dos problemas que surgem.” Para acompanhar o tratamento, a especialista recomenda a prática de técnicas de respiração que ajudam no relaxamento físico e mental.

Já a psicóloga Marisa de Abreu ressalta que o maior desafio do autocontrole é não descarregar no próximo as suas frustrações, por mais sinceras e legítimas que elas sejam.  “Isso é importante porque nossa verdade interna, geralmente, difere da verdade de quem está ao nosso lado. Imagina ter de lidar com todas as reações das outras pessoas que também estejam descontroladas?”

Além de tornar a vida social mais sadia, a manutenção do autocontrole faz com que a pessoa desempenhe com equilíbrio os diversos papeis e atividades da sua vida. “O autocontrole é a própria harmonia e paz interna que se manifesta no comportamento”, finaliza Marisa. 

Veja dez dicas das especialistas para manter o autocontrole:

1) Respire, medite e relaxe.

2) Pense, pense e… pense mais uma vez antes de agir.

3) Use a criatividade para fugir das situações estressantes rotineiras.

4) Treine um novo comportamento para o dia a dia.

5) Treine o foco de atenção, ou seja, olhe para a solução e não o problema.

6) Aprenda a dividir seu tempo pessoal e profissional.

7) Conheça seus limites. 

8) Analise as consequências.

9) Considere como você se sentiria se alguém agisse com você da forma que você está prestes a agir.

10) Saiba dizer não.

Se você gostou do texto, leia também:

Mantenha a calma http://abiliodiniz.uol.com.br/qualidade-de-vida/mantenha-a-calma.htm 

Iniba o stress http://abiliodiniz.uol.com.br/qualidade-de-vida/iniba-o-stress.htm

Relaxamento rápido http://abiliodiniz.uol.com.br/qualidade-de-vida/relaxamento-rapido.htm

1 Comentário
  • suelen fuganholi

    20 de julho de 2015 às 12:47

    Adorei a matéria, ótimo conteúdo, ajudou bastante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

footer logo

Conheça o outro lado do empresário de sucesso. Aqui ele compartilha dicas de empreendedorismo e vida em equilíbrio para você encontrar a sua felicidade.


BUSCAR NO SITE