• pt-br
  • en
  • fr

     

Stefânia Akel

A demanda por exercícios físicos pode remeter a treinos repetitivos e em ritmo acelerado, mas há práticas esportivas que se valem justamente do inesperado e da atenção aos detalhes. É o caso da escalada, em que cada movimento dos pés e das mãos é decisivo — sem deixar de ajudar a manter a boa forma. De acordo com a lista oficial da Confederação Brasileira de Montanhismo e Escalada (CBME), já existem no Brasil quase 100 locais licenciados para a prática indoor, ou seja, em ambiente fechado.

“De modo geral, por utilizar movimentos tanto dos membros superiores quanto inferiores, além do tronco como elemento estabilizador, a escalada trabalha todos os principais grupos musculares de forma harmonizada e sem sobrecarregar demasiadamente uma região em detrimento de outra”, afirma professor do curso de educação física da Universidade Cidade de São Paulo (Unicid) Paulo César Esteves.

O acadêmico destaca também, entre os benefícios, “o desenvolvimento e aprimoramento da coordenação e equilíbrio, a melhora significativa da força muscular, e, sobretudo, a resistência e a flexibilidade, bastante exigidas neste tipo de prática”. Os resultados são visíveis já nos primeiros meses de exercício.

Do ponto de vista psicológico, a escalada propicia melhorias comuns a outros esportes, como autoestima, confiança e segurança reforçadas. Além disso, a atividade auxilia no progresso de outros atributos mentais, como atenção e concentração. E tem mais. “As escaladas em montanha, pelo fato de serem em equipe, desenvolvem muito o espírito de cooperação e responsabilidade”, afirma Esteves.

Ao observar a muralha a ser escalada, o medo pode ser grande. “O ambiente indoor favorece o aprendizado e viabiliza uma prática mais constante”, sugere o professor Esteves. “A dica fundamental é que o iniciante sempre procure um profissional habilitado nesta modalidade para ser seu instrutor, e busque locais especializados. Nunca se deve fazer isso sozinho ou com pessoas sem bastante experiência.”

O especialista ressalta, por outro lado, que também é possível se iniciar diretamente em montanhas, desde que haja o acompanhamento de um profissional responsável e o uso de equipamentos de segurança. No caso de escalada ao ar livre, o mais belo diferencial será a vista, ao se contemplar a natureza enquanto corpo e mente se exercitam juntos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

footer logo

Conheça o outro lado do empresário de sucesso. Aqui ele compartilha dicas de empreendedorismo e vida em equilíbrio para você encontrar a sua felicidade.


BUSCAR NO SITE