• pt-br
  • en
  • fr

    Tags:             

A vida sedentária e as horas prolongadas sentados em frente aos computadores, trouxeram uma árdua e séria consequência: a dor nas costas, já a principal causa de afastamento no trabalho do país.

De acordo com o INSS, o desconforto nas costas foi responsável por 83,5mil licenças em 2015, uma média de 228 afastamentos por dia. O número – apavorante por si só – já cresceu em 2016. Só até março, 24.247 pessoas faltaram ao trabalho devido à dor nas costas. São em média 286 pessoas que deixam de trabalhar por dia, um aumento de 25% em relação ao ano passado. Ainda de acordo com o INSS, o Estado de São Paulo representa 20% desse total, com 16.766 casos no ano passado inteiro.

Como evitar ser mais uma vítima deste real mal do século XXI? De acordo com o presidente do Comitê de Coluna da SBOT (Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia), Mauro Volpi, a velha máxima de “é melhor prevenir que remediar” é verdadeira. Enquanto analgésicos podem curar o desconforto momentaneamente, atividade física e o combate ao sedentarismo são os maiores aliados contra as dores nas costas. “Até mesmo uma caminhada já ajuda,” ele diz.

O médico, porém, realça que o ideal é focar em exercícios que fortaleçam a musculatura das costas. Abaixo, trouxemos alguns bons exemplos para você que pode estar sofrendo com dores:

– Deitado de barriga para cima, levante levemente os ombros do chão. É importante aqui não completar o movimento do abdominal, mas fazê-lo apenas parcialmente. Use os músculos abdominais, e não os braços ou os cotovelos para elevar o pescoço.

1

– Na posição ilustrada na figura, com as costas retas, sente-se lentamente em cima dos pés, sem tirar as mãos do chão, mantendo os braços esticados e a coluna reta durante 10 segundos.

2

– Encoste as costas na parede e flexione os joelhos, como se estivesse prestes a se sentar. Deslize o tronco para baixo e para cima, sempre pressionando a parte inferior das costas contra a parede.

1

– Deitado de barriga para cima e com as pernas esticadas, leve os joelhos ao peito, segurando nas pernas durante 10 segundos.

4

É importante lembrar também que muitas pessoas sofrem com dores crônicas nas costas, que merecem atenção especial.

“Uma dor progressiva pode estar associada a outros problemas mais graves, como tumores. Pessoas com menos de 25 anos e mais de 65 devem ficar mais atentas”, ressalta Volpi. A recomendação aqui então é: ao sentir a mesma dor nas costas por mais de três meses consecutivos, procure um médico o mais rápido possível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

footer logo

Conheça o outro lado do empresário de sucesso. Aqui ele compartilha dicas de empreendedorismo e vida em equilíbrio para você encontrar a sua felicidade.


BUSCAR NO SITE