• pt-br
  • en
  • fr

    Tags:             

Desde pequenos somos diariamente estimulados a consumir vegetais por nossos pais, professores e até mesmo por avós, tudo para “crescer forte e saudável”, não é? Quando decidimos iniciar uma dieta lá estão eles, “os salvadores”. Devido ao baixo teor calórico são os primeiros eleitos em uma refeição quando o objetivo é emagrecimento, mas será que este seria o único motivo pelo qual devemos introduzi-los diariamente em nossa alimentação? Não, é claro que não! Abaixo listei cinco principais motivos para se consumir vegetais:

  1. Ricos em fibras – as fibras são essenciais para manutenção da flora intestinal, para o adequado funcionamento do nosso intestino, para controle da “carga de açúcar” de alimentos e também auxilia na “eliminação” de substâncias não importantes para o nosso organismo;
  2. Ricos em água – as folhas em geral são riquíssimas em água, essencial para hidratação do corpo;
  3. Ricos em minerais – vegetais de cor verde escura como brócolis, couve manteiga, espinafre e acelga são excelentes fontes de cálcio, magnésio, ferro e potássio, respectivamente. Estes minerais são essenciais para a manutenção do nosso metabolismo energético, além da saúde óssea, mental, hormonal. O ferro, assim como o selênio, é fundamental para o adequado funcionamento da glândula tireóide. No entanto, para que a sua absorção ocorra de forma adequada deve-se cozinhar o espinafre, com pouca água, e descartá-la. Além disto, combine a sua ingestão com alimentos ricos em vitamina C, como por exemplo, gotinhas de limão. Além deste vegetal, o ferro também é encontrado no vegetal Ora-pro-nóbis, esta é uma PANC (Planta alimentícia não convencional), riquíssima em ferro e que pode ser introduzida na nossa dieta crua em saladas. O potássio encontrado na acelga e alcachofra é fundamental para controle da pressão arterial;
  4. Ricos em substâncias destoxificantes e antioxidantes – vegetais pertencentes à família das brássicas como, couve flor, brócolis, couve manteiga, repolho, nabo, rabanete, rúcula, agrião e mostarda são ricos em substâncias destoxificantes, ou seja, que “limpam o fígado” e antioxidantes. No entanto, para preservá-las lembrem-se que, se necessário, o cozimento deverá ser feito no vapor;
  5. Ricos em substâncias cardioprotetoras – folhosos e beterraba são ricos em nitrato que assim como, alicina e dialil sulfido encontradas no alho, são importantes para controle da pressão arterial.

Precisamos de mais motivos para consumi-los?! Sempre que possível, introduza vegetais em sua alimentação, crús, refogados, cozidos em saladas, sopas, tortas, arroz, sucos, entre outros. Escolha a forma que mais lhe agrada e cuide de sua saúde. Procure um profissional capacitado para lhe orientar.

Dra Ana Poletto é nutricionista clínica e Doutora em Fisiologia Humana pela Universidade de São Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

footer logo

Conheça o outro lado do empresário de sucesso. Aqui ele compartilha dicas de empreendedorismo e vida em equilíbrio para você encontrar a sua felicidade.


BUSCAR NO SITE