• pt-br
  • en
  • fr

   Tags:         -  9 -   Comentários

Stefãnia Akel

Diversos fatores podem influenciar a motivação de uma equipe. Afinal, cada pessoa se anima e se inspira em diferentes elementos, em distintos momentos da carreira. Porém, em tempos nos quais o desencanto pode atacar com mais facilidade, melhorar as expectativas gerais de um grupo de trabalho é uma opção a ser considerada.

A nosso convite, a psicóloga da Clínica Kennedy São Paulo, Janaina Marize de Oliveira, apontou oito dicas para instituir uma cultura de otimismo no ambiente corporativo. Confira:

  1. Job rotation: passar algum tempo auxiliando o colega de trabalho em suas funções deixa a equipe mais unida. Além de ajudar a integrar, isso mostra como as tarefas do colega também são importantes.
  2. Prêmios: a cada meta cumprida ou ultrapassada, premie o funcionário, por exemplo, com um dia de folga ou um par de ingressos para o cinema. Reconhecimento é sempre bem-vindo e muito motivacional.
  3. Reconhecimento: identifique e reconheça as pequenas vitórias e conquistas obtidas por cada um. Elogio sincero é bom e todo mundo gosta.
  4. Horários flexíveis: isso ajuda o funcionário a resolver suas questões pessoais e, assim, ficar menos ansioso e estressado.
  5. Integração: cafés da manhã, almoços ou happy hours podem ser realizados uma vez por mês para a equipe se conhecer melhor e reforçar laços. Torna o ambiente mais harmonioso e descontraído.
  6. Feedback: sempre individual e nunca em grupo. Algumas empresas adotaram o feedback 360 graus, onde os funcionários também podem dar o retorno ao chefe ou a algum membro da equipe.
  7. Parcerias com outros negócios: academias, restaurantes, salões de beleza são exemplos de estabelecimentos que podem ter interesse, às vezes inclusive por meio de permuta, em oferecer facilidades para funcionários de empresas próximas.
  8. Celebre conquistas: comemorar com os funcionários as conquistas da empresa faz com que eles se sintam parte da equipe de verdade. Essas celebrações podem também ser realizadas nos eventos de integração listados no item 5.
9 Comentários
  • Amilson Cordeiro de Moraes

    3 de maio de 2016 às 19:56

    Os métodos sendo atualizados e seguido por orientações de profissionais, faz com que o profissional se eleve a cada dia. Bons conceitos informados nesta matéria.

  • Eliana

    4 de maio de 2016 às 16:26

    Muito bom o artigo! Pena que nem todas as empresas aplica isso no dia a dia, eu falo por mim… trabalhei em uma empresa onde você não tinha feedback e nenhum reconhecimento, quando você batia as metas …você ouvia “Não faz mais que sua obrigação, por isso que te pago” 🙁 … mais é a realidade de algumas empresas que não tem profissional preparado…qualificado…para liderar uma equipe.

    • Italo Pontes

      21 de junho de 2016 às 09:27

      Em uma Empresa realmente temos que interagir como um todo, acredito que está faltando Líderes no Mercado de trabalho e tenha mais chefe fazendo que o ambiente fique mais estagnado.

  • Denise

    2 de junho de 2016 às 09:29

    Sem feedback e motivação não é trabalho é escravidão. Bom artigo, vamos trabalhando como formigas, se a empresa não tem a cultura, vamos injetando em pequenas doses até atingir a quem de fato e de direito teria essa obrigação.

  • Emerson

    20 de junho de 2016 às 20:27

    Infelizmente, poucas empresas praticam essas metodologias. A grande maioria principalmente nesse momento onde fala-se muito em crise, acha que o funcionário tem que fazer o máximo para manter-se empregado. As empresas aproveitam-se do momento “crise” e esploram cada vez mais seus funcionários, reduzindo benefícios, gerando um clima de desmotivação no grupo.

  • Gouveia

    21 de junho de 2016 às 11:20

    Gostei de trabalhar no GPA Malls, sem ser na época do Abílio, imagino se fosse na época dele… grande mestre de gestão.

  • KLEBER ALEXANDRE CUNHA COELHO

    21 de junho de 2016 às 14:26

    Esse tipo da escrita como deveria ser , poderia ser ensinado , também em Escolas Publica do estado Brasileiro , como se deve ser ensonado .

  • Rosiane

    21 de junho de 2016 às 19:28

    Boa noite! Pena que nem todas as empresas aplica isso no dia a dia, eu falo por mim… trabalhei em uma empresa onde você não tinha feedback e nenhum reconhecimento, quando você batia as metas …você ouvia “Não faz mais que sua obrigação, por isso que te pago mais é a realidade de algumas empresas que não tem profissional preparado…qualificado…para liderar uma equipe.

  • Diógenes Lemos Oliveira Neto

    30 de junho de 2016 às 00:51

    Se todas as empresas usasse esse método os resultados seria diferente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

footer logo

Conheça o outro lado do empresário de sucesso. Aqui ele compartilha dicas de empreendedorismo e vida em equilíbrio para você encontrar a sua felicidade.


BUSCAR NO SITE