• pt-br
  • en
  • fr

   1 -   Comment

Stefânia Akel

A vontade de empreender sempre acompanhou Gabriel Leitão Serrano. Com apenas 15 anos, ele já havia escolhido trabalhar com comércio de óculos, estruturado seu negócio no papel e até criado o logotipo da marca. Aos 17, ele conseguiu concretizar seu sonho com o nascimento da AoA Brasil (American Official Arts).

Percebendo que óculos de sol e de grau são produtos caros no Brasil, Serrano pautou sua marca por três princípios para atrair clientes: qualidade, design e preço justo (os produtos da marca variam entre R$ 129 e R$ 249).

No entanto, para atender seu objetivo, no início o empresário teve que superar diversos obstáculos. “Minha maior dificuldade foi encontrar um fornecedor que proporcionasse um produto de qualidade por um preço competitivo. No começo, eu não tinha condições de fazer uma grande quantidade de óculos, então os preços unitários dos fornecedores eram altos”, conta.

A partir daí, a internet e as redes sociais desempenharam papel fundamental no crescimento da marca. “Sempre tive o objetivo de chegar com meu produto às lojas, mas achei que o caminho mais fácil era por meio da internet. Era a melhor opção para gastar menos e desenvolver melhor o produto”. Assim, o jovem empreendedor aproveitou seu conhecimento em redes sociais para desenvolver o comércio online da AoA. Para isso, passou a expor seu portfólio por meio de personalidades influentes na rede.

Passados dois anos, os canais de vendas se multiplicaram: além do site oficial da marca, o empresário tem óculos expostos em 20 lojas no Sudeste e ainda conta com o trabalho de diversos representantes de vendas. Neste período a sociedade também cresceu com a chegada de seu irmão e seu pai. O faturamento da AoA acompanhou a evolução da marca. Em novembro e dezembro deste ano – meses de maior procura devido à chegada do verão – a empresa faturou 10 vezes mais do que em igual período de 2014. No mesmo intervalo de tempo, os seguidores da marca nas redes sociais saltaram de 2 mil para 21 mil. Agora, Serrano sonha em atingir outras regiões do país e abrir uma loja própria sem nunca, é claro, abandonar a internet.

1 Comentário
  • Reinaldo

    24 de abril de 2016 às 11:44

    Estava precisando.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

footer logo

Conheça o outro lado do empresário de sucesso. Aqui ele compartilha dicas de empreendedorismo e vida em equilíbrio para você encontrar a sua felicidade.


BUSCAR NO SITE