• pt-br
  • en
  • fr

   Tags:       -   

Durante a conferência do TED deste ano, os organizadores do evento pediram para que o empresário Bill Gates recomendasse uma lista de livros de que gosta. As obras não têm versão em português, mas vale a pena conferir para se inspirar e abastecer sua estante. Veja abaixo:

  1. “Business Adventures”, de John Brooks

Warren Buffett recomendou esse livro para Gates em 1991, e, de acordo com o empresário, este ainda é o melhor livro de negócios que já leu. “Mesmo que Brooks tenha escrito há mais de quatro décadas, oferece insights contundentes sobre fundamentos atemporais do mundo dos negócios, como o desafio de construir uma grande organização, a contratação de pessoas com as habilidades certas e ouvir feedback dos clientes”, declara.

  1. “The Bully Pulpit”, de Doris Kearns Goodwin

Nesta obra, a historiadora Doris K Goodwin analisa as vidas dos presidentes dos Estados Unidos (Theodore Roosevelt e William Taft) para abordar uma questão que fascinou Gates: Como a mudança social acontece? Ela pode ser conduzida unicamente por um líder inspirador, ou outros fatores precisam ser estabelecidos em primeiro lugar?

  1. “On Immunity”, de Eula Biss

A ensaísta Eula Biss usa ferramentas de análise literária, filosofia e ciência para examinar os rumores superficiais e imprecisos sobre vacinas infantis que se proliferaram entre os pais americanos. Ela assumiu este assunto não por razões acadêmicas, mas por causa de seu novo papel como uma mãe. “Este livro muito bem escrito seria um grande presente para qualquer novo pai”, afirma Gates

  1. “Making the Modern World”, de Vaclav Smil

Segundo o empresário, Smil é provavelmente seu autor vivo preferido. Para ele, todos os trabalhos do historiador são uma leitura obrigatória, graças à clareza na visão do escritor. Neste livro, Vaclav Smil examina os materiais que usamos para atender às exigências da vida moderna, como cimento, ferro, alumínio, plástico e papel. O livro é cheio de estatísticas assustadoras, como por exemplo, que a China usou mais cimento em apenas três anos que os EUA em todo o século 20.

  1. “How Asia Works”, de Joe Studwell

O jornalista de negócios Joe Studwell dá respostas convincentes para duas das maiores questões do desenvolvimento econômico: como países como Japão, Taiwan, Coreia do Sul e China conseguem manter o crescimento elevado e por que tão poucas nações conseguem seguir o mesmo caminho. Sua conclusão: Todos os países que se desenvolveram com sucesso (1) criaram condições para que os pequenos agricultores prosperassem, (2) usaram os recursos de excedentes agrícolas para construir uma base de fabricação que é arrefecida desde o início para produzir as exportações, e (3) nutriram estes dois setores com instituições financeiras estreitamente controladas pelo governo.

  1. “How to Lie With Statistics”, de Darrell Huff

Gates decidiu ler este livro depois de vê-lo em uma lista do Wall Street Journal de bons livros para os investidores. Ele foi publicado pela primeira vez em 1954, mas com exceções de alguns anacronismos, continua atual e, de acordo com o empresário, mais relevante do que nunca. Um dos capítulos mostra como recursos visuais podem ser usados para exagerar as tendências e dar comparações distorcidas. É um lembrete oportuno, dada a frequência com que infográficos aparecem nas redes sociais atualmente. Além disso é uma ótima introdução para o uso de estatísticas e um grande incentivo para quem já está bem versado no assunto.

Fonte: Gates Notes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

footer logo

Conheça o outro lado do empresário de sucesso. Aqui ele compartilha dicas de empreendedorismo e vida em equilíbrio para você encontrar a sua felicidade.


BUSCAR NO SITE