• pt-br
  • en
  • fr

   Tags:           -   

Engajamento significa o quanto um indivíduo está disposto a investir, voluntariamente, em um trabalho ou em uma organização. Ou seja, o conceito está diretamente ligado ao senso de propósito que cada profissional possui em relação ao seu local de trabalho: uma conexão que é, ao mesmo tempo, física e emocional e que direciona voluntariamente esforços para a melhor execução de objetivos, tornando-os mentalmente positivos e prazerosos.

Este bem-estar proporcionado pela ação de engajar-se, deste modo, é capaz de produzir inúmeros benefícios para empresas e colaboradores. De um lado, ela aumenta a satisfação com o trabalho, e a satisfação com o trabalho, por sua vez, pode ser considerada um entre vários fatores capazes de estimular o engajamento, atuando como um motor que maximiza a qualidade de vida e os resultados organizacionais como um todo.

Na prática, o que isto quer dizer? De acordo com estudos realizados pela Gallup Consulting, especialista em pesquisa e comportamento, esta relação bilateral que existe entre engajamento e satisfação pode ser comprovada por meio de números: colaboradores que apresentam altos níveis destes atributos possuem 27% mais chances de desenvolver ótimas avaliações de seus gestores, estão 45% mais propensos a apresentar elevados níveis de adaptabilidade à mudança e 59% menos propensos a procurar outro emprego nos próximos doze meses.

O engajamento é, portanto, a peça-chave capaz de alavancar a performance dos negócios, tornando-os sólidos e duradouros. Atuando como dois lados da mesma moeda, estar engajado e feliz significa fazer parte. Além de gerar grande satisfação, este comprometimento estimula a formação da identidade individual e coletiva, produzindo sentimentos de pertencimento e completude. Indivíduos engajados, consequentemente, experienciam o trabalho como extensão de si mesmos – uma relação de significado, existência e propósito para suas vidas.

Diante do cenário atual, em que 55% dos trabalhadores estão infelizes e à procura de novas oportunidades, como um líder pode utilizar-se do engajamento para elevar o envolvimento e a felicidade de seus liderados?

1 – Dissemine valores

Significado existencial é o motivo que faz com que as pessoas criem conexões com o mundo ao seu redor. Estar com a família, com os amigos íntimos e em atividades de lazer só é altamente prazeroso porque, nestes momentos, existe um elemento em comum: eles estimulam o cérebro a pensar “o prazer que eu sinto nestas situações faz com que eu me sinta parte de um contexto afetivo”. Agora, imagine que fosse possível aplicar este mesmo nível de afetividade na sua empresa. Como isto seria possível? No dia a dia corporativo, compartilhe os valores, a missão e o propósito da corporação em cada atitude ou processo realizado. Permita que seus colaboradores conheçam e se identifiquem com o que empresa acredita. Quando todos compartilharem da mesma crença, o engajamento será capaz de transformar o trabalho em uma engrenagem de felicidade, performance e grandes resultados.

2 – Desenvolva competências

Aprenda a desenvolver o que cada colaborador possui de melhor. Habilidades técnicas e competências emocionais de nada adiantam quando o líder não dá oportunidade para que seus liderados apliquem seus pontos fortes em ações práticas do dia a dia corporativo. Crie desafios condizentes com o nível de desenvolvimento de seus colaboradores e estimule-os continuamente a abraçar demandas desafiadoras à medida que estiverem preparados para desempenhá-las. Isto fará com que eles se comprometam cada vez mais com as suas funções e atividades profissionais, gerando elevação no engajamento e na produtividade.

3 – Estimule a resiliência

A resiliência refere-se à capacidade que cada indivíduo possui para se adaptar a desafios crescentes, mantendo a força e a resistência física e psicológica em face aos momentos de dificuldade. Para que ela opere de forma satisfatória, fomentando o engajamento, o bem-estar referente às duas áreas deve estar em sintonia, gerando o equilíbrio necessário para transpor qualquer tipo de situação. Para tornar a sua equipe mais resiliente e, consequentemente, mais engajada, crie o hábito de estimular o pensamento positivo em todas as atividades desempenhadas, dê o período de descanso apropriado para seus colaboradores e, ainda, não se esqueça de estabelecer estratégias adequadas para manutenção do nível de estresse.

Uma equipe engajada é uma equipe realizada com o ambiente em que está inserida, argumenta o psicólogo especializado em felicidade e alto desempenho, Mihaly Csikszentmihalyi. Para que uma empresa seja capaz de transformar as suas relações de trabalho, tornando-as geradoras de conexões que tenham real importância na vida de seus colaboradores, um bom primeiro passo é ouvir o que as pessoas têm a dizer e realizar mudanças. Escute com atenção, identifique os pontos que precisam ser melhorados e transforme as insatisfações existentes em verdadeiros indicadores de comprometimento e produtividade.

 

Flora Victoria é presidente da SBCOACHING Training e diretora educacional do SBCOACHING Group. Mestre em psicologia positiva aplicada pela Universidade da Pensilvânia, é considerada a maior especialista em psicologia positiva aplicada ao coaching do país – seu trabalho precursor resultou na criação do primeiro treinamento de positive coaching do Brasil. Pioneira na condução de projetos de pesquisa e comprovação científica do coaching, tem contribuído significativamente para consolidar a credibilidade desse processo e estimular seu desenvolvimento no Brasil e no mundo. Trainer com ampla experiência, já atuou na formação de mais de 25 mil coaches.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

footer logo

Conheça o outro lado do empresário de sucesso. Aqui ele compartilha dicas de empreendedorismo e vida em equilíbrio para você encontrar a sua felicidade.


BUSCAR NO SITE